RSS

Normalizando a alimentação

10 set

Na consulta que tive com a nutricionista ao fim da fase de recuperação, ela já me passou a dieta que seria a minha base para os próximos dois meses (ou seja, até o fim do meu terceiro mês de cirurgia).

E, ao contrário do que eu pensava que fosse o que ela iria me liberar, a nutricionista me liberou para uma dieta muito rica, tanto em quantidade (eu achava que ela me liberaria bem menos comida), quanto em qualidade (onde eu também achava que seria bem diferente, pensando que ela me liberaria bem poucos alimentos neste novo momento da minha vida).

Não pense que ela me liberou para comer uma infinidade de quantidade de comida. NÃO! Mas ainda assim ela acabou me liberando bem mais do que a quantidade que eu achava que teria direito. E não só isso, pois ela também me liberou para comer virtualmente tudo!!!

SIM QUASE TUDO!

Existem algumas pequenas restrições, que não são nada perto das restrições pelas quais tive que passar nesse primeiro mês. Pensando não no que eu posso, mas pensando no que eu NÃO posso, a dieta fica bem simples. Continuo com as quantidades e alguns tipos e qualidades de alimentos que devem ser ingeridos em determinados momentos, mas no geral, e em especial no almoço e janta, os tipos de comida disponíveis são imensos!

Por exemplo, não posso comer pimenta, mas apenas por ela ser vaso-dilatadora, o que pode me causar sérios problemas em decorrência de minha cirurgia ainda estar muito recente, e o processo de cicatrização não estar nem perto de estar concluído ainda. Carnes, de uma forma geral, também estão liberadas, mas por enquanto apenas carne guisada e frango desfiado, porém em aproximadamente já estou liberado para um churrasco, por exemplo!

SIM! Infinitamente melhor do que o que eu achava que seria…

Entretanto, hoje (ou melhor, ontem, pois foi no domingo) tive o primeiro probleminha em relação a comida. Devo ter comido acho que umas três colheradas de aipim cozido com frango desfiado, cozido no molho de tomate. Foi a mesma comida de sábado pela noite, que desceu muito bem, mas no almoço de domingo não foi assim, e ficou como que empedrado no meu estômago… CARAMBA, QUE SENSAÇÃO RUIM! Então tomei um bom gole de água, para tentar destrancar o que parecia que estava entupindo meu esôfago, e o resultado foi que esse gole de água me deu uma ânsia de vômito tão grande que realmente achei que eu fosse colocar para fora “tudo” que eu tinha comido.

No fim a sensação ruim passou, e consegui passar o dia muito bem, na companhia da família e de amigos muito queridos, onde aproveitamos inclusive para matar o tempo com um joguinho de cartas, onde demos boas gargalhadas e nem vimos o tempo passar 🙂

Ah, e no domingo também comecei com a vitamina, tomando agora, além do omeprazol em jejum todos os dias, um comprimido de Centrum uma vez por dia (o qual pretendo também tomar pela manhã, para ter o incremento de vitaminas durante o dia). Apenas um detalhe: CARACA, QUE COMPRIMIDO GRANDE! Para o tamanho do meu estômago, tomar esse comprimido é quase uma refeição, de tão grande que é 🙂

Então sigo agora com essa nova alimentação por dois meses, quando então terei outra consulta com a nutricionista, e será também o momento onde iniciarei (se depender apenas de mim) a academia, voltarei ao futebol, e começarei o judô! Geração saúde ao extremo, afinal preciso emagrecer com saúde, e não quero fazer cirurgia plástica para tirar pelanca, ela que saia com exercícios 🙂

Anúncios
 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: